25 frases de Manuel Bandeira para conhecer mais do poeta

Nascido em Recife em 1886, Manuel Bandeira faz parte da geração de 1922 do modernismo no Brasil. Seus poemas falam sobre diversos temas, entre paixão, amor, morte, infância e solidão. Ele também foi professor de literatura, trabalhou como crítico literário e de arte. Confira essas frases de Manuel Bandeira e saiba mais sobre esse grande escritor brasileiro!

Frases de Manuel Bandeira para os apaixonados por literatura nacional

Não aprofundes o teu tédio, não te entregues à mágoa vã.

Não aprofundes o teu tédio, não te entregues à mágoa vã.

Que importa a paisagem, a glória, a baía, a linha do horizonte? O que eu vejo é o beco.

Publicidade

Eu me amo porque se eu não me amar quem vai me amar?

A existência é uma aventura, de tal modo inconsequente.

A existência é uma aventura, de tal modo inconsequente.

Minh'alma sofre e sonha e goza.

Inspiração coisa nenhuma. Precisa ter inspiração pra atravessar a rua, senão você morre atropelado.

Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo, quero apenas contar-te a minha ternura.

Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo, quero apenas contar-te a minha ternura.

É tocante e vive, e me fez agora refletir que só é verdadeiramente vivo o que já sofreu.

Duas vezes se morre: primeiro na carne, depois no nome. Os nomes, embora mais resistentes do que a carne, rendem-se ao poder destruidor do tempo, como as lápides.

Publicidade
Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples!

Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples!

Se fosse dor tudo na vida, seria a morte o sumo bem. Libertadora apetecida, a alma dir-lhe-ia, ansiosa: - "Vem!"... E a vida cai tecendo laços quase impossíveis de romper: Tudo o que amamos são pedaços vivos do nosso próprio ser. A vida nos afeiçoa, prende.

Só a dor enobrece e é grande e é pura. Aprende a amá-la que a amarás um dia. Então ela será tua alegria, e será, ela só, tua ventura...

Ternura é aquele afeto brando, que no amor nos leva a dar mais do que receber.

Ternura é aquele afeto brando, que no amor nos leva a dar mais do que receber.

Publicidade

Vou-me embora prá Pasárgada. Lá sou amigo do rei. Lá tenho a mulher que eu quero, na cama que escolherei. Vou-me embora prá Pasárgada.

Eu gosto de delicadeza. Seja nos gestos, nas palavras, nas ações, no jeito de olhar, no dia-a-dia e até no que não é dito com palavras, mas fica no ar.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo. Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo. Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

O dia vem, e dia a dentro. Continuo a possuir o segredo da grande da noite.

O meu porquinho-da-índia foi minha primeira namorada.

Tem mais presença em mim, o que me falta.

Tem mais presença em mim, o que me falta.

Quer livres, quer regulares, abrem sempre os teus cantares como flor de quintanares .

Publicidade

O vento varria as folhas, o vento varria os frutos, o vento varria as flores. E a minha vida ficava cada vez mais cheia de frutos, de flores, de folhas. O vento varria as luzes, o vento varria as músicas.

A vida inteira que podia ter sido e que não foi.

A vida inteira que podia ter sido e que não foi.

O que tu chamas tua paixão é tão somente curiosidade. E os teus desejos ferventes vão batendo as asas na irrealidade.

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma. A alma é que estraga o amor.

Amizade é como flores, não podemos deixar de regá-las, mas também não podemos regá-las muito.

Amizade é como flores, não podemos deixar de regá-las, mas também não podemos regá-las muito.

É sempre bom conhecer mais da cultura brasileira, não é mesmo? Aproveite o embalo e dê uma olhadinha nessas frases de Cecília Meireles!


 

Escrevo textos, leio uns livros e conto tudo para as minhas gatas.

 

Gostou dessas frases? Compartilhe!